O que é CDI?

Atualizado: 1 de Jun de 2020


Você já deve ter ouvido falar que um investimento paga 100% do CDI, 120% CDI, 140% do CDI, dentre outros. 

E o que é CDI?


O CDI é uma sigla para o termo Certificado de Depósito Interbancário, que são títulos emitidos por instituições financeiras.

Esses títulos têm lastro em Títulos do Tesouro Nacional e são negociados exclusivamente entre as instituições financeiras. O objetivo é sanar os fluxos de caixa de curtíssimo prazo de um banco para outro.


Por regra do Banco Central, os bancos precisam “fechar” o dia com saldo positivo no caixa.


Agora imagine que um dia eles tiveram saques acima do previsto ou saques que superaram os depósitos, fechando o dia no negativo.


Neste caso, os bancos tomam empréstimos de curtíssimo prazo (24 horas) de outra instituição financeiras a fim de sanarem o seu caixa.


Assim, esse sistema gera fluidez ao mercado financeiro, pois quem tem excesso de depósitos em um dia cobre com recursos quem tem excesso de saques no mesmo.


A taxa cobrada entre os Bancos é o DI de 1 dia, de forma que esta taxa anualizada é o CDI.


As operações de CDI ocorrem diariamente e, por isso, a Taxa DI também é calculada todos os dias pela Cetip, a Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos Privados. 


Por isso, se você quiser saber qual o CDI hoje, basta acessar a página da B3 ( Brasil Bolsa Balcão).


Observação : Taxa Anualizada

CDI - Referência para Investimentos


Como as operações realizadas no mercado interbancário possuem um risco muito baixo, as taxas praticadas no CDI se tornaram uma espécie de lastro para todo o mercado financeiro, sobretudo no que diz respeito à renda fixa.


Por isso, é muito comum encontrar títulos financeiros no mercado, cujo rendimento esteja atrelado ao CDI, mais especificamente à Taxa DI. 


E o que é Taxa DI? 


A Taxa DI, nada mais é do que a média entre todos os CDIs em um período. 


Diariamente, a taxa é calculada e divulgada pela Cetip, como mostrei anteriormente. 


Em geral, ela segue de perto a Taxa Selic. Portanto, qualquer variação na taxa básica de juros da economia se reflete no CDI.

Qual a função do CDI?


Ao contrário do que muita gente pensa, não é possível "investir no CDI". Para nós, pessoas físicas, o CDI é apenas referência que as diversas modalidades de investimentos de renda fixa buscam igualar ou superar.


O CDI é aceito no mercado (junto com a Selic) como a "rentabilidade mínima" esperada de qualquer investimento. 

Para deixar bem claro como ficam seus investimentos atrelados ao CDI, segue alguns exemplos:


Exemplos:

Taxa DI : 2,90 aa

100% CDI - Significa 2,90% aa 

120% CDI - Significa 3,48% aa 


A poupança paga hoje 70% do CDI o que significa 2,03% aa.

Reflexão


Como você verificou, o CDI é uma referência para os investimentos e é de grande importância buscar opções que rendam no mínimo 100% acima do CDI.


Postado por André Rodrigues - Assessor de Investimentos


19 visualizações0 comentário